7 Formas: Como parar a Procrastinação?

Dicas para deixar de procrastinar e ser mais produtivo no dia a dia





como parar de procrastinar


É comum que, muitas vezes, tomemos a atitude de deixar para amanhã o que se pode fazer hoje. Quem nunca acordou cheio de vontade e depois disso se atrapalhou e começou a adiar cada vez mais o que deveria fazer, seja do trabalho ou de compromissos em casa mesmo? A procrastinação é exatamente isso. É deixar para depois algo que deveria fazer imediatamente. Nem sempre é ruim adiar uma tarefa, o problema é se você constantemente fazer isso, e nunca, de fato, concluir o que deve fazer.

Nós estamos sujeitos a procrastinar principalmente se não nos organizamos, e priorizamos mais os conteúdos que são urgentes e não o que já é definido por prioridade. Caso não estejamos totalmente concentrados em fazer algo, é provável que fiquemos suscetíveis a enrolar. Mas saiba que é possível ser produtivo e vencer a procrastinação. Com algumas medidas que você pode adotar, terá menos chances de se perder nas tarefas do dia a dia.




Prejuízos que podem ser causados com a procrastinação




Pessoas que se dispersam nos afazeres com facilidade podem ficar mais estressadas. As defesas do sistema imunológico reduzem consideravelmente, o que pode aumentar as chances de ter doenças como gripe ou resfriados. Também é comum que os procrastinadores não tenham muitos cuidados com a prática de exercícios físicos, e nem costumem ter alimentação saudável. Além disso, eles evitam ir ao médico frequentemente quando não estão bem, e, assim, podem vir a ter problemas mais sérios de saúde.

Um outro grande prejuízo é em relação a qualidade do serviços ou tarefa que você deveria concluir mais a procrastinação não deixou. Quando deixamos para fazer algo em cima da hora, o fazemos correndo, o que resulta em perda de qualidade. Isso faz com que você prejudique sua reputação e também perca um tempo futuro que deveria ser de lazer, pois precisa colocar os projetos em dia.





Tenha força de vontade, mas não abuse




É comum que você tenha feito uma lista de coisas a serem feitas durante um ano. Se muitas destas você concluiu até a leitura deste texto, este é um bom sinal, pois estará pensando em realmente melhorar e a concluir seus objetivos. Agora, se não está fazendo isso, é um sinal grave de que jogou todas as suas responsabilidades em cima da sua força de vontade.

Mas não se pode depender apenas da força de vontade. Em poucos dias isso poderá desaparecer, e sua motivação ir embora de vez. Para que a motivação seja a correta, é preciso que você treine-a adequadamente, mas com um certo limite, para não perder o seu foco.





Crie novos hábitos para ser mais produtivo





Entre estes novos hábitos, pode ser fazer uma dieta, iniciar uma rotina de exercícios, entre outras coisas específicas. Para isso, é preciso ter um gatilho, uma ideia, de que deseja fazer algo determinado todos os dias. Depois disso, poderá incluir este gatilho de forma a transformá-lo em rotina. Ou seja, tornando um ritual diário para a realização das determinadas tarefas. Pode ser, por exemplo, se exercitar sempre pela manhã.

Se a rotina for bem estabelecida, daqui a pouco vem a recompensa. Seguindo o exemplo dos exercícios, caso os faça corretamente com uma rotina ideal, você conseguirá emagrecer, entrar em forma e assim ficar bem consigo mesmo. É possível sim acabar com a procrastinação. Através destas dicas, você vai ter muito mais disposição para os seus afazeres do dia a dia, e ficar mais motivado para os desafios que lhe atribuírem.





7 maneiras de vencer a procrastinação







1- Seu primeiro ato do dia!


Um dos maiores conselhos que você receberá sobre o assunto da procrastinação é não começar o dia procurando diversão. Nosso cérebro constantemente tenta nos guiar a atividades prazerosas, como visitar o facebook, teclar no whatsapp, ver TV, comer algo gostoso, conversar com amigos ou coisas do tipo. Comece o dia fazendo exercícios ou uma atividade que seja relacionada ao seu trabalho ou a sua tarefa.




2- Deixe claro os benefícios


Nós procrastinamos na maioria das vezes porque o prazer fala mais alto. Por que tomar um suco verde se um hamburguer é bem mais gostoso? Por que ir a academia se ver chavez é muito mais legal? Por que escrever um artigo no blog se ler coisas engraçadas no grupo do whatsapp é muito mais divertido? Nós, inconscientemente, fugimos da dor e andamos em direção do prazer, então acabamos enrolando para fazer algo que não nos soa prazeroso. O truque é evidenciar ao cérebro os benefícios futuros, e podemos fazer isso por meio anotações ou mesmo lembretes programados no celular.

Que benefícios você terá se deixar de procrastinar?




  • Mais saúde se parar de faltar a academia?
  • Mais visitas em seu blog se escrever os artigos que vem adiando?
  • Uma carteira de motorista se parar de adiar a autoescola?
  • Um sorriso bonito se parar de adiar aquele tratamento no dentista?
  • Um emprego melhor se parar de adiar a matrícula no curso de inglês?
  • O que?




3- Programe as tarefas do dia seguinte



Tem pessoas que fazem planos para o ano inteiro e acabam nem realizando 30% do que planejou. Uma melhor abordagem é pensar no amanha, pois desta forma o seu dever fica fresco em sua mente e mais difícil de ignorar. A vantagem também é que você não precisa pensar muito sobre o assunto ou fazer pesquisas. Basta seguir o que foi previamente planejado no dia anterior.




4- Não pense muito!


Quando você pensa demais dá espaço para contratempos e isso é o que queremos evitar. Você terá de qualquer forma que fazer tal tarefa não é mesmo? Então vá direto a ela. Pense nos benefícios de acabar o trabalho antes do planejado. Nosso cérebro está sempre tentando nos sabotar e uma maneira de evitar isso é ao menos iniciar, fazendo ao menos 20% do trabalho, pois aí fica claro que você necessita terminar.




5- Identifique os vilões


É muito importante que você tenha em mente quais são as 'tentações' que roubam seu tempo. Nos dias de hoje podemos incluir facilmente o whatsapp, facebook e a TV como vilões que levam a procrastinação, mas há com certeza outros. O que você deve fazer é criar um gatilho mental, onde associa os vilões a procrastinação. Escreva em um papel os principais vilões e deixe-o em um lugar visível.




6- Amigos com mesmo interesse


Reparei ao longo da vida que as pessoas deixam de fazer coisas importantes para seu desenvolvimento pessoal se tiverem que fazer sozinhas. Você mesmo deve ter amigos que de vez em quando falam coisas do tipo ''estou pensando em fazer uma viagem'' ou '' assim que puder vou fazer esse curso'', mas acabam que ficam só nas palavras. Você talvez não tenha reparado, mas ela está, talvez até mesmo sem intenção, buscando sua companhia para tal coisa. Se você também deixa de fazer coisas por este motivo, a opção é fazer amizades que compartilham o mesmo objetivo.




7- A recompensa


Não confunda com benefícios. A recompensa deve ser tratada como algo que você pode ter acesso após terminar sua tarefa. Pode ser complicado se policiar inicialmente, mas uma vez que você consegue adicionar isso a sua rotina, os resultados aparecem. Eu, por exemplo, adoro ver séries, então APÓS terminar este artigo eu vou assistir a dois episódios de Californication ☺.




Parar a procrastinação requer consciência




Quando colocamos as coisas no papel nos comprometemos mais, então ao invés de deixar tudo para sua cabeça, use uma espécie de 'caderninho', onde coloca alí suas pretensões. O campo visual nos estimula a ter maior consciência e é um importante aliado na hora de realizar objetivos. Seu cérebro pode facilmente apagar informações que não acha prazerosa, mas o caderninho não vai deixar você esquecer.

Você encontrou este artigo por que precisa de ajuda para ser mais produtivo no dia a dia e busca saber como acabar com a procrastinação. Esperamos que as formas que listamos acima sejam úteis a sua vida e que uma transformação positiva aconteça com você. Fique a vontade para compartilhar no facebook este artigo se acha que seus amigos podem gastar também!


Até a próxima!








danilo soares trabalhador digital




 
Trabalhador Digital © 2018 - Danilo Soares